WhatsApp

Descubra 5 coisas para fazer em João Pessoa sem gastar muito dinheiro

Publicado 19/05/2020 14:46:02
Categorias Dicas p/Viajantes , Paraíba [Guia compl.]

Descubra 5 coisas para fazer em João Pessoa sem gastar muito dinheiro
 
Tropical Tambaú (foto:@tacionorton)

ESSE ARTIGO COBRE SÓ ATIVIDADES NA CAPITAL:

1.- As melhores Dicas para curtir as Piscinas naturais 
2.- Como não cair nas armadilhas mais comuns
3.- Infos sobre a ponta do Seixas: o Farol, e a Estação ciência
4.- O Centro histórico, e o conjunto São Francisco
5.- O parque Zoobotânico, e o mercado de Artesanato
6.- Dicas sobre as Praias para se Hospedar: Cabo Branco, Tambaú, Manaíra e Bessa
7.- Uma subscrição gratuita no Grupo de Dicas: TURISMO EM JOÃO PESSOA

 

Eu resolvi juntar aqui o meu conhecimento do lugar, junto com os relatos e as avaliações dos meus clientes e dos outros viajantes.

Dicas de Passeios por Vicente Paul Por Vicente Paul

Meu nome é Vicente Paul, sou Gestor de Turismo, Guia de Turismo, e fundador da Agência de Turismo ECOTURISMO E CULTURA com foco em passeios semi-privativos de 4x4, aqui em João Pessoa.

Sou natural da Bélgica, e me apaixonei pelas praias maravilhosas da Paraíba, já faz mais de 7 anos. Estou aqui para te ajudar!

 

1.- As piscinas naturais do Seixas e de Picãozinho

⚠ Quem fala piscinas fala maré: as piscinas naturais só acontecem com maré baixa.

A maré é considerada como baixa se: a) o nível mínimo seja <= 0,5; b) a hora do mínimo seja entre 9h00 e 14h00.

⚠ Confira aqui a TÁBUA DA MARÉ

 

Qual é a diferença entre Picãozinho e Seixas?

Primeira coisa: são duas experiências bem parecidas ➡ escolha um ou outro, não vale a pena fazer os dois...

Como você pode ver na foto abaixo, você ande com água até o cinto, entre corais cinzentos onde tem peixinhos coloridos. As embarcações alugam instrumentos de flutuação e máscaras de mergulho para observar os peixinhos, caiaques e stand-up. Tem serviço de bebidas e até fotos subaquáticas junto com os peixinhos!

Picãozinho fica a 600m dentro do mar, frente a calçada de Tambaú. O barco vai demorar 10 min. para chegar até lá. Para quem está com crianças, a dica é escolher escolher o Barco Pirata pois ele possui atrações e brincadeiras próprias.

Seixas fica mais longe, a 500m frente ao Farol do cabo Branco, depois da orla de Cabo Branco, no ponto mais oriental das Américas. Mesmo ficando mais longe, sempre tem barcos saindo frente a calçada de tambaú junto com os barcos indo para Picãozinho. O barco vai demorar 30 min. para chegar até lá.

Vantagens de Picãozinho: tem um pouco mais peixinhos coloridos. Na alta temporada é melhor ir até o quiosque da APETEP (Associação dos Proprietários de Embarcações Turísticas da Paraíba) no dia anterior para garantir seu tíquete.

Vantagens das piscinas do Seixas: são maiores ➡ na alta temporada fica menos lotado (inclusive tem um nº max. de turistas permitidos em Picãozinho).

Piscinas do Seixas
Piscinas do Seixas

NÃO CAI NESSATEM MUITOS RECEPCIONISTAS DE HOTÉIS /RECEPTIVOS A PASSEIOS /GUIAS DE TURISMO /VENDEDORES NA CALÇADA VENDENDO ESSES PASSEIOS: são simples intermediarios. Intermediário não realiza o passeio de barco e não agregue valor: só recebe uma comissão. Alguns receptivos, para justificar o serviço te levam até um ponto de embarque perto da praia do Seixas, já com restaurante marcado, só para montar um pacote...

➡ COMO FAZER SEM GASTAR MUITO DINHEIRO = ONDE? CONTRATE DIRETAMENTE OS BARCOS NA PRAIA MESMO, NO INÍCIO DA CALÇADA DE TAMBAÚ. Tem um quiosque da APETEP (Associação dos Proprietários de Embarcações Turísticas da Paraíba) na Praia de Tambaú. Em função da sua escolha, confira quais barcos vão para Picãozinho, e quais vão para as piscinas do Seixas.

➡ COMO CHEGAR NA HORA CERTA = QUANDO? CONFIRA A TÁBUA DA MARÉ: ao menos que a maré baixa acontece muito cedo, os barcos saem 1h30 antes da hora do ponto mais baixo, com duração total de aproximadamente 3h.

➡ QUAL É O PREÇO? Isso pode mudar um pouco em função da data, mas VAI GIRAR EM TORNO DE R$ 45 POR PESSOA.

 

2.- O city tour de João Pessoa

2a.- O farol do Seixas e a estação Cabo Branco, ou estação ciência

Construindo no ponto mais oriental das Américas, onde o sol se levante primeiro, o farol de forma triangular lembra um pé de sisal (planta típica da região), e só tem um valor turístico simbólico: ele não foi projetado para funcionar, kkk. Nesse lugar você encontre também artesanato feito com ossos, bem como o coco mais oriental das Américas ;-) 

Logo atrás fica a estação Cabo Branco toda de vidro, de formato octogonal, e cercada por um plano de água. Ela foi projetada por Oscar Niemeyer e é utilizada por eventos culturais e exposições. No parquinho ao redor tem brinquedos educativos explicando fenômenos científicos... daí o nome estação ciência.

2b.- O centro histórico de João Pessoa

Terceira cidade mais antiga do Brasil, a cidade também recebeu (há 20 anos atrás...) o título de segunda capital mais verde do mundo. É como se tivesse duas cidades bem diferentes, pois a parte beira-mar só começou a ser construída no final da década de´70. Dessa época temos o hotel Tropical Tambaú, cartão postal da cidade, redondo e construido a beira mar.

Fundada em 1585, a beira do rio Sanhauá, João Pessoa se chamou Cidade Real de Nossa Senhora das Neves (neve aqui? kkk). Bairros e igrejas foram destruídos, mas ainda tem muitas coisas do passado.

Do art-déco até o barroco tropical quem gosta de arquitetura vai adorar conhecer o centro histórico da cidade. Tem inúmeros prédios valiosos, o principal deles sendo o conjunto São Francisco.

Para mais informações e fotos, veja aqui: os pontos de interesse de João Pessoa

2c.- Conjunto São Francisco

Conjunto São Francisco
Conjunto São Francisco

Isso é a mecca... se dirigindo para entrada, você nem percebe que você está pisando acima de esqueletos humanos: cada pedra tem 2m x 50cm, e adivinha o que tem abaixo, hum!? Lá dentro dá como sentir o peso dos séculos, imagine se essas pedras pudessem falar! Nem todo é aberto ao público: no chão duma capela tem uma grade que dá acesso a um subterrâneo... dizem que ninguém tive a coragem explorar até onde vai.

Voltando nos detalhes práticos: tem uma entrada de +-R$ 6 por adulto, e com isso tem um guia local que te acompanhe. Vale a pena mesmo: é muito grande, tem várias capelas, monastério com as celas dos monges (não tem mais eles agora, viu!?), centro de arte com obras tradicionais de todo o país, show!

Saindo de lá aproveita para fazer uma volta a pé (sai pela direita e faça um tipo de círculo para voltar): todo é bem indicado.

 

3.- O parque zoobotânico Arruda Câmara (Bica)

Já que você está lá no centro, pegue um Uber até o parque zoobotânico, que eles chamam de 'Bica' por causa de uma fonte de água que nasce lá. Como o nome fala, é uma mistura de parque botânico com animais. É um lugar bem agradável para caminhar. O ponto negativo é a falta de espaço para os animais, e especialmente para os grandes felinos que são visivelmente deprimidos.

A entrada é quase de graça se não mudou, era R$ 2 por pessoa.

Para mais informações e fotos, veja aqui: o parque zoobotânico Arruda Câmara

 

4.- O mercado de artesanato

O mercado fica avenida Ruy Carneiro, a 300m do mar. É um prédio grande feito de tijolos vermelhos, frente ao Mac Donald. Muitas lojas vendem os mesmos artigos de algodão e de couro: as vezes parece mais semi-industrializado do que artesanato.

DICA: o artesanato mais criativo fica na "praia do Jacaré" que fique a beira do rio Paraíba (então não é praia!), a meio caminho entre João Pessoa e Cabedelo (+-8 km da orla de Tambaú). Tem muita coisa: não é por nada que o artesanato paraibano foi reconhecido como patrimônio mundial da humanidade!

 

5.- As praias de João Pessoa

De maneira geral as orlas da cidade são excelentes, com praias boas (tirando Manaíra...), bordadas por coqueiros, e os prédios tem máximo 3 andares. Entre 5 e 8h da manhã as orlas são reservadas para a prática de esportes.

VEJA AQUI DICAS SOBRE COMO ESCOLHER O SEU HOTEL em João Pessoa

5a.- Orla e praia de Cabo Branco

Orla de Cabo Branco
Orla de Cabo Branco (foto:@dufechine)

Praia com muita extensão, bordada de coqueiros e com um lindo calçadão. A metade do lado de Tambaú é parecida com essa praia, possuindo vários quiosques, mas a faixa de areia da segunda metade fica cada vez mais estreita, além de ficar longe de todo.

5b.- Orla e praia de Tambaú

Praia mais central, perto de todo, com grande faixa de areia, bordada por coqueiros e quiosques. Tem mais animação a noite. Na alta temporada fica também mais barulhento por causa da música dos bares... nesse caso Cabo Branco pode ser uma melhor opção.

5c.- Orla e praia de Manaíra

Por ser frente ao bairro mais antigo e com mais habitações, a qualidade da água dessa praia mais estreita não é tão boa do que as outras praias...

5d.- Orla e praia de Bessa

Essa praia um pouco mais distante e situada num bairro bom, é parecida com Tambaú mas com menos quiosques, e mais tranquilidade. Para quem gosta de tranquilidade pode ser uma boa opção, ainda mais com crianças. Nessa praia de água clara e poucas ondas tem tartarugas desovando.

 

Benefício EXCLUSIVO!

Essas informações objetivas de guias especializados e apaixonados pelo lugar foram cruzadas com as experiências de viajantes que já experimentaram esses pontos turísticos.

São informações valiosas para que outros, que ainda não conhecem o destino, possam tirar o melhor proveito possível das suas férias, evitando dores de cabeça e situações infelizes...

CLIQUE AGORA  Quero receber INFORMAÇÕES TURÍSTICAS e PROMOÇÕES de JOÃO PESSOA, para receber INFORMAÇÕES TURÍSTICAS e PROMOÇÕES de JOÃO PESSOA.

Início da página

Conheça o Guia Turístico completo da Paraíba

 

O que você acha? Comenta e compartilha!

Seu comentário:

 (com http://)