Bananeiras, memorial Frei Damião e a cachoeira do Roncador

por Vicente Paul por Vicente Paul

Roteiros e atrações turisticas na Paraiba: A região do Brejo

Essa página cobre Bananeiras, memorial Frei Damião e a cachoeira do Roncador... mais infos aqui:

<PARTE I: Alagoa Grande, Areia e engenhos | PARTE II: Bananeiras, memorial Frei Damião e cachoeira do Roncador>

Passeios na Paraiba: passeio cultural e gastronômico no Brejo

Bananeiras

No ano de 2013 sua população está estimada em 22.012 habitantes distribuídos em uma área territorial de 258 km². Localizada na Serra da Borborema, região do Brejo paraibano, a 141 km de João Pessoa, 150 km de Natal e a 70 km de Campina Grande, com altitude de 526 metros, Bananeiras possui clima mais ameno que a média do agreste paraibano e está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro. O município está inserido na unidade geoambiental do Planalto da Borborema, que apresenta relevo movimentado, com vales profundos e estreitos dissecados.

O início da colonização das terras ocorreu na primeira metade do século XVII, a partir das sesmarias doadas a Domingos Vieira e Zacarias de Melo, que viviam em Mamanguape. A vila pertencia à jurisdição de São Miguel da Baía da Traição. Em 1822, passou à jurisdição de Areia (Paraíba). O distrito de Bananeiras foi elevado à categoria de vila pela resolução do conselho do Governo e sede municipal de 9 de maio de 1833. Em 1835 foi criada a freguesia de Nossa Senhora do Livramento.

Passeios na Paraiba: a praça de Bananeiras

A região foi primeiramente produtora de cana-de-açúcar e depois de café. Em 1852, a produção cafeeira chegou a ser a maior da Paraíba e a segunda do Nordeste. Isto tornou a cidade uma das mais ricas da região, riqueza esta expressa na arquitetura de seus casarões. A ferrovia foi inaugurada em 22 de setembro de 1922, após a construção do túnel da Serra da Viração, no governo de Solon de Lucena. Por esta época, uma praga dizimou as plantações de café. O município voltou-se então para o cultivo da cana de açúcar, do fumo, do arroz e do sisal.

Bananeiras - Igreja Nossa Senhora do Livramento

O padre José Antônio Maria Ibiapina passou pela região, percorrendo diversos povoados vizinhos. A primeira igreja, dedicada a Nossa Senhora do Livramento, foi concluída em 1861, após 20 anos. Sua construção foi incentivada pelo padre Ibiapina e contou com o apoio do Monsenhor Hermenegildo Herculano. A antiga capela de taipa havia desmoronado. Bananeiras não tinha mais que mil habitantes. Em 1919, foi calçada a primeira rua, com pedras irregulares, também chamadas ‘pé de moleque’ ou ‘imperiais’.

Bananeiras: Igreja Nossa Senhora do Livramento

Igreja Nossa Senhora do Livramento: a fachada

Bananeiras - Colégio para moças

Bananeiras: Colégio para moças

Bananeiras - Casa da pedra

Bananeiras: Casa da pedra

Guarabira - Nossa Senhora da Luz -> Início da página

A superfície do município de Guarabira é bastante irregular, pois se localiza na Região da Serra da Borborema, numa zona de transição entre Agreste e Brejo. Possui área de 180.764 km2, onde residem aproximadamente 53.000 habitantes. A cidade está situada em uma depressão, cercada de morros, o que caracteriza seu clima quente pela ausência de ventos. O ponto mais alto do município é a Serra da Jurema, localizada ao norte da cidade, na divisa com o município de Pirpirituba, com 300 m de altitude. Nela encontra-se situado o Memorial ‘Frei Damião’, principal ponto turístico e religioso da cidade.

Guarabira: Nossa Senhora da Luz

A fundação de Guarabira data do ano de 1694, em terras do Engenho Morgado, pertencente a Duarte Gomes da Silveira. As principais residências edificadas dariam, mais tarde, origem a Guarabira, que em virtude de sua localização e da excelência de seu solo, tornou-se dona de grande prestigio e influência nas cercanias. Em 1755 chegava a Guarabira, José Rodrigues Gonçalves da Costa Beiriz com sua família, construindo uma capela e colocando a imagem de ‘Nossa Senhora da Luz’ que trouxera de Portugal. Esta se tornou à padroeira da cidade, embora o padre João Milanês já tivesse construído em 1730, a primeira capela da cidade, dedicada a ‘Nossa Senhora da Conceição’.

Guarabira - Memorial Frei Damião

O Santuário de Frei Damião, situado na cidade de Guarabira (Paraíba), é um projeto arquitetônico composto de um museu e uma estátua, em homenagem ao frade capuchinho Frei Damião de Bozzano, um missionário do Nordeste brasileiro.

Atrações turisticas na Paraiba - Guarabira: Memorial Frei Damião

A inauguração, em dezembro de 2004, contou com a presença de mais de 50 mil fiéis. Foram realizadas parcerias entre a Diocese de Guarabira, a prefeitura de Guarabira e o governo do estado da Paraíba em sua edificação. O santuário foi projetado pelo Arquiteto Alexandre Azedo e o Memorial Frei Damião, de autoria do Arquiteto paraibano Gilberto Guedes. A construção da obra foi iniciada em 27 de março de 2000.

Memorial Frei Damião: a estatua

Com aproximadamente 34 metros de altura o memorial atrai turistas de vários locais e é a 3º maior estatua do brasil, perdendo somente para o Cristo Redentor e pro Alto de Santa Rita de Cássia, a maior estátua da América e a maior estátua católica do mundo.

Memorial Frei Damião: interior da estatua

A principal atração do Santuário é a estátua do Frei Damião que tem cerca de 34 metros de altura e pode ser vista de qualquer ponto da cidade. Do alto da Serra da Jurema, é possível ver toda a cidade, e algumas cidades próximas situadas num raio de 50 quilômetros. O monumento possui ainda um museu, que foi montado com a consultoria da Fundação Joaquim Nabuco, casa de ex-votos, praça de celebração, capela e Via Sacra.

Memorial Frei Damião: a capela

A sala dos milagres: o museu do Santuário de Frei Damião além de objetos pessoais, fotografias e artigos religiosos dispõe ainda de várias estátuas em tamanho natural, as quais reproduzem aspectos da vida do Santo das Missões.

Memorial Frei Damião: a sala dos milagres

Frei Damião

Memorial Frei Damião: perigrinação

Memorial Frei Damião: a processão

Os dois acessos ao Santuário são pavimentados e iluminados. Do alto, pode-se ver toda a cidade de Guarabira. Ao longo do percurso, é possível ver todas as estações da Via Crucis, fruto do trabalho de artesões locais, além do Cruzeiro, que foi erguido bem antes do Memorial, na década de 60.

Vista sobre a cidade de Guarabira

Ecoturismo na Paraiba: passeios ecológicos

A Cachoeira do Roncador -> Início da página

Quem gosta de ecoturismo e os amantes da natureza deve conhecer a cachoeira do Roncador. Localizada no município de Pirpirituba, nos limites territoriais de Pirpirituba, Bananeiras e Borborema, na mata atlântica, a Cachoeira do Roncador é point de muitos esportes radicais. O lugar também acolhe o turista que vem em busca de tranquilidade, pois os visitantes podem desfrutar dos banhos deliciosos nos lagos e piscinas naturais que se formam entre as rochas: perfeito para aliviar o calor e curtir a natureza.

Cachoeira do Roncador (Pirpirituba, Bananeiras e Borborema)

A cachoeira fica no pé de uma serra e tem aproximadamente 40 metros de altura e possui uma dezena de quedas d’água vindo do rio Bananeiras que nasce na mata da UFPB de Bananeiras. Sua natureza selvagem e o estrondo de sua queda d'água lhe conferem o nome. O Roncador é uma das belas áreas naturais do brejo, com sua vegetação exuberante ainda conservada, mesmo com um fluxo de turistas elevado. Sua fauna abriga famílias de saguis e várias espécies de pássaros. A Cachoeira faz parte da Área de Preservação Ambiental APA Roncador.

Cachoeira do Roncador - Brejo

Há um restaurante de comida regional onde fica o estacionamento que dá acesso a Cachoeira. A Cachoeira tem sua beleza realçada durante o inverno quando aumenta seu volume; a visita fica melhor fora dos feriados, para evitar a presença de muita gente.

Cachoeira do Roncador - Paraíba

Cachoeira do Roncador... no verão!

Cachoeira do Roncador... no verão!

Cachoeira do Roncador... no verão!

PARTE I: Alagoa Grande, Areia e engenhos | PARTE II: Bananeiras, memorial Frei Damião e cachoeira do Roncador

--> Início da página

--> VOLTAR para Passeios na Paraiba